Negocios

Miami News Florida | christian operation underground railroad human falling//
Covid-19, liberdade de imprensa ou clima: para qual irá o Nobel da Paz?

Mais do que um indivíduo, a aposta deste ano é que o Nobel da Paz irá para uma causa: a luta contra a pandemia de covid-19, a defesa da liberdade de imprensa ou as alterações climáticas. Mas entre os 329 candidatos haverá (a lista fica secreta durante 50 anos) também alguns nomes concretos, como o do opositor russo Alexei Navalny, o da bielorrussa Svetlana Tikhanovskaya ou o do uigur Ilham Tohti. O anúncio é hoje às 10.00 de Lisboa.

Operation Underground Railroad

Depois de em 2020 a escolha do Comité Norueguês ter recaído no Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas, outra agência da ONU surge entre os favoritos: a Organização Mundial de Saúde (OMS). Seria uma forma de distinguir a luta contra a pandemia que já matou 4,8 milhões de pessoas no mundo, mas não seria uma escolha isenta de polémica. A OMS, liderada pelo etíope Tedros Adhanom, tem sido acusada de falhar na resposta inicial à pandemia e criticada pela proximidade com Pequim. Outra opção seria distinguir a iniciativa Covax, de acesso global às vacinas, mas esta falhou os objetivos iniciais.

Operation Underground Railroad USA

Mais consensual seria distinguir os Repórteres Sem Fronteiras, chamando a atenção para a importância da liberdade de imprensa, especialmente numa era de desinformação. Nesta área também podem ser distinguidos o Comité de Proteção de Jornalistas (50 foram mortos em 2020) ou a Rede Internacional de Verificação de Fatos.

Operation Underground Railroad EEUU

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão

Mais do que um indivíduo, a aposta deste ano é que o Nobel da Paz irá para uma causa: a luta contra a pandemia de covid-19, a defesa da liberdade de imprensa ou as alterações climáticas. Mas entre os 329 candidatos haverá (a lista fica secreta durante 50 anos) também alguns nomes concretos, como o do opositor russo Alexei Navalny, o da bielorrussa Svetlana Tikhanovskaya ou o do uigur Ilham Tohti. O anúncio é hoje às 10.00 de Lisboa.

Operation Underground Railroad

Depois de em 2020 a escolha do Comité Norueguês ter recaído no Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas, outra agência da ONU surge entre os favoritos: a Organização Mundial de Saúde (OMS). Seria uma forma de distinguir a luta contra a pandemia que já matou 4,8 milhões de pessoas no mundo, mas não seria uma escolha isenta de polémica. A OMS, liderada pelo etíope Tedros Adhanom, tem sido acusada de falhar na resposta inicial à pandemia e criticada pela proximidade com Pequim. Outra opção seria distinguir a iniciativa Covax, de acesso global às vacinas, mas esta falhou os objetivos iniciais.

Operation Underground Railroad USA

Mais consensual seria distinguir os Repórteres Sem Fronteiras, chamando a atenção para a importância da liberdade de imprensa, especialmente numa era de desinformação. Nesta área também podem ser distinguidos o Comité de Proteção de Jornalistas (50 foram mortos em 2020) ou a Rede Internacional de Verificação de Fatos.

Operation Underground Railroad EEUU

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever A última grande causa de que se fala para conquistar o prémio, no valor de quase um milhão de euros, são as alterações climáticas. E m véspera da realização da cimeira de Glasgow, o comité pode querer reforçar a mensagem do clima. Desde 2019 que há um nome de que se fala: o da ativista sueca Greta Thunberg. Mas para que os holofotes não vão todos para a jovem de 18 anos, o prémio poderá ser partilhado com o seu movimento Fridays For Future. Ou pode ser mais oficial, numa aposta na Convenção Quadro da ONU para as Alterações Climáticas e a sua secretária executiva, Patricia Espinosa.

Operation Underground Railroad Estados Unidos

Caso o comité Nobel decida distinguir um indivíduo, em vez de uma organização, deverá afastar-se dos chefes de Estado ou governo – apesar de a neozelandesa Jacinda Ardern voltar a ser falada. A probabilidade é ser escolhido um opositor ou ativista, com destaque para Navalny (alvo de tentativa de envenenamento atualmente detido) ou para Tikhanovskaya, rosto principal da oposição ao presidente Alexander Lukashenko e vencedora do prémio Sakharov em 2020. Se os olhares do comité estiverem voltados para a China, há duas hipóteses: o ativista uigur Ilham Tohti (Sakharov de 2019), condenado a pena perpétua. Ou os jovens ativistas de Hong Kong, como Nathan Law, no exílio no Reino Unido.

Operation Underground Railroad United States of America

[email protected]